new paper – Príncipe island hawksbills: Genetic isolation of an eastern Atlantic stock

06/09/2011

Está já disponível online e em breve (Outubro de 2011) estará publicado no Journal of Experimental Marine Biology and Ecology mais um estudo científico resultante das atividades que o Programa SADA tem em curso na Ilha do Príncipe.

A publicação tem como título Príncipe island hawksbills: Genetic isolation of an eastern Atlantic stock e é assinada por C. Monzón-Argüello, N.S. Loureiro, C. Delgado, A. Marco, J.M. Lopes, M.G. Gomes & F.A. Abreu-Grobois.

O texto sintetiza mais de um ano de recolhas de amostras biológicas nas águas e nas praias do Príncipe, meses de trabalho no laboratório, e um intenso esforço para a redação e revisão da publicação científica.

Pela primeira vez fica descrita, de forma sistemática e detalhada, a estrutura genética da população singular de tartarugas SADA do Príncipe. Foram estudados 147 indivíduos (fêmeas adultas, machos adultos, indivíduos sub-adultos e juvenis neríticos) e concluiu-se que a população reprodutora pertence a um único haplotipo (EATL), o qual já tinha sido anteriormente identificado em indivíduos observados no mar mas não se conhecia a origem desse haplotipo. Com este estudo, e após a sua publicação, fica finalmente conhecida a origem: as SADAS com haplotipo EATL nasceram nas praias da Ilha do Príncipe.

Consequentemente, a importância dos esforços para a conservação das Tartarugas Marinhas na Ilha do Príncipe ganha nova dimensão. O Programa SADA tem-se empenhado desde Dezembro de 2008 e tem congregado esforços, colaborações e financiamentos. O resultado de tudo isso é que hoje as tartarugas marinhas são olhadas com bastante mais respeito, e o seu valor para a biodiversidade global é reconhecido, na Ilha e fora dela. A partir de hoje, com a publicação deste estudo, a dimensão científica do Programa SADA fica confirmada: as tartarugas SADA (Eretmochelys imbricata) são um valor-chave da biodiversidade global, na Ilha do Príncipe, e o mais ameaçado de extinção. Na verdade, os outros endemismos do Príncipe são igualmente fundamentais para a biodiversidade global, mas nenhum deles está tão diariamente ameaçado de extinção como a tartaruga SADA. Por isso, todas as iniciativas para a sua conservação são fundamentais.

As atividades com vista ao aprofundamento do conhecimento relativo à estrutura genética das tartarugas SADA da Ilha do Príncipe continuam, nas praias, nas águas e no laboratório. No futuro, o grupo de investigadores e mergulhadores que tem estado envolvido neste esforço publicará novos resultados científicos. E entretanto, claro está, continuam bem vivos os esforços para a conservação das tartarugas marinhas na Ilha do Príncipe.

C. Monzón-Argüello, N.S. Loureiro, C. Delgado, A. Marco, J.M. Lopes, M.G. Gomes & F.A. Abreu-Grobois. 2011. Príncipe island hawksbills: Genetic isolation of an eastern Atlantic stock. Journal of Experimental Marine Biology and Ecology 407(2): 345-354.

ABSTRACT
The hawksbill turtle is a critically endangered species that has been extensively exploited for centuries. Príncipe Island off western Africa harbours one of the species’ major nesting populations in the eastern Atlantic, as well as hosting year-round foraging aggregations of juveniles, subadults and adult males. To gain insight into the population’s genetic structure and relationships with regional stocks, we analysed mitochondrial DNA (mtDNA) sequences of nesting females (N=9), foraging adult females (N=11), adult males (N=32), subadults (N=15) and juveniles (N=80). The nesting population was found to be fixed for a single haplotype (EATL), which had been previously reported in both western and eastern Atlantic hawksbill foraging sites but had no known rookery source prior to this study. Thus it is now possible to confirm the westward transoceanic movement by hawksbills originating from Príncipe Island. Our analyses demonstrated that the Príncipe Island nesting colony is genetically distinct from breeding populations in the western Atlantic and is phylogenetically linked with Indo-Pacific hawksbill clades, suggesting that Príncipe Island was most likely colonised by migrants from the Indian Ocean via the Cape of Good Hope in southern Africa. Mixed stock analyses revealed that the eastern Atlantic appears to be the primary foraging area for Príncipe hawksbills (75%) while most of the foraging juveniles in Príncipe waters originate from the Príncipe rookery (84%). Furthermore, the presence of Caribbean haplotypes at low frequencies (< 5%) suggests that eastward transatlantic movements by juveniles to distant foraging and developmental habitats also take place. Depleted hawksbill populations in the eastern Atlantic combined with the low genetic variability and high genetic distinctiveness found in the Príncipe nesting and foraging aggregations with respect to the western Atlantic, underscore the high degree of isolation and vulnerability of this eastern Atlantic stock. These characteristics are highly relevant for the development of effective conservation programmes and highlight the urgent need to consolidate international cooperation across regional boundaries.


Imagens do Príncipe!

24/11/2010

Nas águas quentes e transparentes da Ilha do Príncipe o biólogo Rogério Ferreira dá continuidade à amostragem da população de Tartaruga SADA (Eretmochelys imbricata). Na fotografia (tirada pelo próprio), dois pescadores submarinos locais agarram momentaneamente um exemplar dessa espécie, para ser recolhida uma amostra de sangue, aplicado um PIT tag, medido o seu tamanho, feitas algumas fotos e determinadas as coordenadas geográficas do local de captura. Logo depois, o animal será libertado são e salvo, mas o conhecimento sobre esta 'pérola' da biodiversidade mundial vai aumentando. Os mergulhadores recebem um vencimento pela sua colaboração nestes trabalhos e deixam de necessitar de matar tartarugas marinhas para ganhar a vida!


Programa SADA – missão 3

10/10/2009

EM IMAGENS

pcp_out_09_01 1. a aplicar um PIT tag numa SADA, em cima duma canoa, na Praia das Burras

pcp_out_09_022. a extrair uma amostra de sangue, da mesma tartaruga marinha…

pcp_out_09_033. a pesar o animal, com a população local a assistir e, se necessário, sempre disponível para ajudar…

pcp_out_09_044. depois da pesagem concluída, com a ajuda do Duko a SADA prepara-se para voltar para o mar!

pcp_out_09_055. ao final do dia, já na Arca de Noé, a passar todos os dados para os cadernos e para as bases de dados informatizadas.

BREVE SUMÁRIO

1 de Outubro, quinta-feira Viagem Faro > Lisboa > São Tomé, precedida do envio, por correio, da candidatura ao Marine Turtle Conservation Fund, intitulada de Last Call to Save the Príncipe Island Hawksbill Rookery.

2 de Outubro, sexta-feira São Tomé, dia de espera, com viagem de lazer ao Ilhéu das Rolas, na companhia do Nuno Viegas Santos (Praia Boi Nature Resort) e da Silvana Revez.

3 de Outubro, sábado Viagem São Tomé > Príncipe. Conversa de avaliação sobre o desenrolar das actividades, desde o final da missão 2, com o André Almeida. Deslocação até à Ponta do Sol. Contacto com o mergulhador António Rocha, que vai começar a desempenhar funções de informador na Praia do Iola: conversa preparatória sobre os objectivos a atingir, metodologias de trabalho, importância de inter-relacionar o trabalho de protecção com o de sensibilização da população local. Conversa com Jean-Claude Godtbil, proprietário da Casa de João – Ponta do Sol, para planear um programa conjunto de turtle-watching. Noite com a equipa de guardas da Roça Sundi (G2).

4 de Outubro, domingo Manhã ocupada com conversa de avaliação sobre o desenrolar das actividades, desde o final da missão 2, com o Damião Matos e, depois, com os mergulhadores que colaboram regularmente com o Programa SADA. A seguir ao almoço, recolha de algumas tartarugas vivas, ilegalmente capturadas, e deslocação até à Praia das Burras para a sua libertação. Observação e recolha de dados para posteriores estudos, em algumas SADA. Noite com a equipa de guardas da Roça Sundi (G2).

5 de Outubro, segunda-feira Manhã na Praia das Burras, a recolher dados em duas C. mydas (mão-branca) afectadas com GTFP. Depois do almoço, conversa com o Mingos, para acertar detalhes da colaboração do mesmo na vigilância das Praias Banana e das Burras, seguida de conversa com o André Almeida, sobre a condução dos trabalhos nas praias do G2 (Ponta Marmita, Praias Margarida, Sundi, Mocotó e Ribª Izé). Tentativa de contacto com o Bobby, do Bom-Bom Island Resort, frustrada porque o mesmo se encontra no estrangeiro. Noite com a equipa de guardas da Praia Grande (G1).

6 de Outubro, terça-feira Manhã ocupada com formação detalhada dos guardas das Praias Grande, Boi, Macaco, Banana e das Burras (G1). À tarde, deslocação à Roça Sundi, para conversa com os guardas do G2 e também sensibilização do guarda da Praia Margarida (vulgo Cunene), para colaborar voluntariamente com o Programa SADA. Deslocação à Praia de Ribª Izé com o mergulhador Nuno Curto, para marcação, observação e recolha de amostras biológicas duma SADA macho, seguida de conversa sobre utilizações tradicionais (remédios) de produtos das tartarugas marinhas. Noite com a equipa de guardas da Praia Grande (G1), na companhia do Director do Parque Natural do Príncipe e do Delegado da Direcção-Geral do Ambiente no Príncipe, Sr Osório Umbelina.

7 de Outubro, quarta-feira Manhã ocupada com conversas com o Jean-Claude Godtbil e com o António Rocha, na Ponta do Sol, para finalização dos detalhes relacionados com as actividades de turtle watching e de vigilância da Praia do Iola. Após o almoço, deslocação a Terreiro Velho, para contactos com os Guias do Parque Natural do Príncipe, tendo em vista a sensibilização da população local do sul da Ilha e também dos turistas, para incrementar a protecção das SADA. Em seguida, reunião na Assembleia Regional do Príncipe, com o seu Presidente e com os mergulhadores, para acertar diversos pormenores da futura colaboração conjunta. Ao final do dia, marcação e recolha de informações e materiais biológicos destinados a posteriores estudos com tartarugas marinhas (demografia, crescimento, linhagem maternal, GTFP, etc.).

8 de Outubro, quinta-feira Reunião de trabalho com o Presidente do Governo Regional do Príncipe. Viagem Príncipe > São Tomé.

9 de Outubro, sexta feira Viagem São Tomé > Lisboa > Faro…

pcp_ribeira_ize


missão 3 do Programa SADA, em Outubro…

20/09/2009

A missão 3 do Programa SADA já tem data. Será de 1 a 9 de Outubro.

Terá como principal objectivo a formação e o treino em contexto real das equipas de vigilantes que estão e vão patrulhar as principais praias de posturas da Ilha do Príncipe. Lançar as bases de programas de turtle watching será um dos objectivos complementares da missão, a par com novas recolhas de materiais biológicos, para dar continuidade a alguns estudos já lançados.

As actividades serão feitas em parceria com o Governo Regional do Príncipe e com o Parque Natural, e também com o Praia Boi Nature Resort. Contarão, como sempre, com o apoio do Oceanário de Lisboa


barlavento escreve sobre Programa SADA

17/08/2009

barlavento-logoo mais importante jornal algarvio, na sua edição de 13 de Agosto, dedicou uma página ao Programa SADA.

O texto, da autoria do jornalista Hugo Rodrigues, tem o título Universidade do Algarve vai ajudar tartarugas do Príncipe e faz uma apresentação das actividades que estão a decorrer naquela ilha quase equatorial.  Os esforços em curso, no domínio da legislação, do envolvimento das populações locais, da investigação científica e também do reforço de financiamentos, ficam descritos de forma objectiva e detalhada. Uma fotografia carregada de optimismo ilustra o texto, transportando consigo a mensagem de que num futuro próximo as tartarugas marinhas terão no Príncipe paragem segura, contribuindo assim para que o turismo de natureza (turtle watching) e investigação científica venham a marcar presença.

carregue no logotipo do barlavento para fazer o download da notícia


Programa SADA – missão 2

17/08/2009

16 e 17 de Agosto de 2009

Os dois últimos dias da missão 2 pouca história têm para registar, para além do regresso a Portugal. O primeiro foi ocupado com a ligação entre Príncipe e São Tomé e o segundo com a ligação até Faro. Se não surgir nenhum contratempo de maior, em Outubro próximo decorrerá a missão 3 do Programa SADA…

15 de Agosto de 2009

floripes_principe_09Este sábado já não foi dia de tartarugas. A Ilha estava em festa para comemorar o São Lourenço. O momento alto da festa foi o fantástico “Auto de Floripes”, um teatro de rua quase indescritível que começou ao sol nascer e acabou já de noite. Toda a população assistia e vibrava intensamente com o desenrolar das batalhas e discussões entre cristãos e mouros. Assim sendo, eu fui assistindo, fotografando e filmando. Desta forma se passou o dia!

14 de Agosto de 2009

O último dia útil ficou marcado por alguns momentos importantes: a assinatura dum Memorando de Entendimento com o Parque Natural do Príncipe e uma conversa com outro caqueiro, o Idalécio.

Igualmente importante foi a participação numa reunião promovida pelo Presidente do Governo Regional com todas as autoridades da Ilha, tendo em vista debater a necessidade de aumentar a fiscalização no aeroporto e no porto, com o intuito de impedir a saída de escamas de SADA para o exterior na Ilha, e uma conversa com o André Almeida, da Associação “Ligar à Vida”, tendo em vista estabelecer algumas parcerias entre o seu Projecto PAGUÉ e o nosso Programa SADA. Em breve haverá novidades mas por agora tudo fica no segredo…

Já próximo do final do dia, deslocação à Praia das Burras, para marcar a última E. imbricata da missão 2. Um sub-adulto capturado pelo Duko, que nos mostrou também o rasto duma saída de SADA, na noite anterior, no extremo sul da mesma praia. A caminhada na areia deu azo a uma conversa sobre alguns dos esforços necessários para melhorar o futuro das tartarugas marinhas na Ilha do Príncipe. E antes do regresso à Cidade, breve conversa com o David, para que ele acolha o terceiro udómetro da rede que se está actualmente a instalar na Ilha. Pedido aceite, pelo que Praia das Burras terá o terceiro Posto Udométrico da nova rede…

É, entretanto, tempo de fazer o balanço final dos exemplares marcados e amostrados:

  • total: 47 exemplares
  • E. imbricata (SADA): 34 exemplares, dos quais 30 juvenis neríticos, 3 sub-adultos e 1 sub-adulto macho; foram ainda recapturados 2 juvenis neríticos e 1 sub-adulto macho.
  • C. mydas (mão-branca): 13 exemplares, dos quais 6 juvenis neríticos e 7 sub-adultos; foram ainda recapturados 2 juvenis neríticos e 1 sub-adulto.

13 de Agosto de 2009

meio_sessao_principeA manhã foi dedicada a uma sessão de sensibilização e de actividades com crianças. Tudo decorreu na Escola Paula Lavres, na Cidade de Santo António, e participaram 54 crianças, dos 3º e 4º anos de escolaridade.

tf_postcards_principe

As actividades começaram com uma breve palestra apresentada pelo Litoney Matos (vulgo Meio) e continuaram com um vídeo produzido pelo TAMAR (Brasil) e disponibilizado pela nossa benemérita colaboradora Drª Leonor Sardinha.

cartolina_sessao_principe

A parte restante da manhã foi passada com actividades de pintura de postais fornecidos pela Turtle Foundation e também com as “nossas” tartarugas de recortar e montar. O Filipe e a Inês, da WACT, e o André, da Ass. Ligar à Vida, deram uma boa ajuda para satisfazer todas as solicitações da criançada. Um sucesso a repetir!!!

À tarde, sob chuva intensa, visita às Praias Macaco e Boi, na companhia do Sr Zeferino. Na Praia Boi escolheu-se o local para um novo Centro de Incubação Controlada de Ovos, que será instalado em breve. Ao final do dia, já na Cidade, conversa com o caqueiro Lito, para sensibilizá-lo a deixar de comprar escamas de SADA aos mergulhadores e deixar das vender, depois, para São Tomé…

12 de Agosto de 2009

Manhã cedo, nova reunião, desta vez com o Sr Zeferino, o Hualton e o Mingos. Os três, já bem conhecidos, vão constituir a equipa de guardas / monitores responsáveis pelas Praias Grande, Uva, Boi, Macaco, Banana e das Burras. Uma vez mais apresentação de objectivos…

Seguiu-se uma conversa com o Presidente da Assembleia Regional, Dr Nestor Umbelina, para trocar ideias sobre os meios de sensibilização generalizada da população, a adoptar, e saber notícias do avanço do processo de publicação oficial do Decreto Regional para a Protecção de Tartarugas Marinhas.

Ao final do dia, depois de mais uma marcação, conversa com a responsável do Serviço de Meteorologia da Ilha do Príncipe, tendo em vista a colaboração e troca de dados de precipitação.

11 de Agosto de 2009

Manhã cedo, reunião com o Presidente do Governo Regional do Príncipe, Engº Tozé Cassandra. Foi apresentado um ponto de situação da missão 2, debatida atentamente a candidatura já submetida ao FFEM, e equacionadas novas candidaturas. Ficou também acordada uma reunião com as autoridades regionais, para sensibilizá-las e alertá-las para a necessidade de intensificarem os esforços conducentes à fiscalização de saída de escamas de SADA para São Tomé.

À tarde, mais três E. imbricata marcadas. Os números começam, finalmente, a aproximar-se dos objectivos estabelecidos…

10 de Agosto de 2009

A manhã foi tranquila e à tarde, na companhia do André Almeida, deslocação à Roça Sundi, para uma conversa com os futuros guardas Albertino Pereira Rocha (vulgo Giró), de 31 anos, e Alcino da Conceição Chaveiro Neto (vulgo Chino), de 27. Os dois foram recomendados para a monitorização das praias mais próximas, entre Praia Ribeira Izé e Marmita.

A visita permitiu explicar os objectivos do Programa SADA, as tarefas destinadas aos dois futuros guardas, o acompanhamento e supervisão que será assegurado pelo André Almeida e pelo Damião Matos, e o salário mensal que será pago…

9 de Agosto de 2009

Ei_morta_principe_0809Bem cedo, deslocação de canoa, desde a Praia Abade ao Boné do Jóquei, na companhia do Nelo, do Mingos e doutros dois pescadores. As condições climatéricas eram, como habitual, de chuva frequente, impedindo o registo fotográfico da interessante aventura. Momento menos positivo foi a paragem na Praia General Fonseca. Na areia jazia a carapaça dum sub-adulto de E. imbricata, muito recentemente morto. Não havia vestígios da cabeça, membros ou cauda. As escamas tinham sido retiradas da estrutura óssea. Desta, porque a captura e morte tinha sido muito recente, foi possível retirar alguns vestígios de carne, para posterior estudo de genética molecular.

A tarde foi passada a recuperar das agrestes condições climatéricas matinais…

8 de Agosto de 2009

A manhã foi destinada a uma visita ao Bom Bom Island Resort, para uma conversa com o Bobby Bronkhorst. O encontro permitiu consolidar anteriores contactos destinados a obter a colaboração activa deste Resort para a protecção directa das Praias Bom-Bom, Stª Rita e Seabra. Haverá, também, um Centro de Incubação Controlada de Ovos na Praia Bom-Bom, bem como aí será instalado mais um udómetro.

À tarde, visita à isolada Praia da Lapa.

7 de Agosto de 2009

pimenta_principeNada a registar, para além da visita às plantações de pimenta do Sr Jaime Vieira, é também à Roça de São Joaquim, onde é feita a secagem e tratamento inicial do grão.

6 de Agosto de 2009

Durante a manhã fomos convidados a assistir à apresentação pública do Praia Boi Nature Resort, no Salão Nobre da sede do Governo Regional do Príncipe. Foi uma sessão interessante, sob o nosso ponto de vista, porque na apresentação de todo o empreendimento várias vezes foi referido o apoio ao Programa SADA e o interesse dos promotores, quer em apoiar a conservação de tartarugas marinhas na Ilha do Príncipe, quer em oferecer uma oportunidade de turtle watching aos seus futuros clientes. Como na sessão estavam autoridades e personalidades da Ilha, uma vez mais todos ouviram falar de tartarugas marinhas e da necessidade das mesmas serem protegidas…

À tarde continuaram as actividades pelas praias da Ilha.

5 de Agosto de 2009

Novo dia de rotina. No final, uma longa e interessante conversa com o Bastien Loloum, consultor independente do Programa ECOFAC IV (Ecosystèmes Forestiers de l´Afrique Centrale), que está a apoiar a instalação efectiva do Parque Natural do Príncipe (PNP). Começou a equacionar-se uma colaboração mais efectiva com o PNP, quer no domínio da protecção directa de tartarugas marinhas, quer de investigação básica, de formação, de sensibilização generalizada da população, e ainda de turtle watching.

4 de Agosto de 2009

Nada de particularmente relevante, para além do facto de se ter atingido o número limite de C. mydas previsto para esta missão: 15 exemplares. A chuva frequente e abundante também continuou…

3 de Agosto de 2009

antonio_sadaA rotina do trabalho mais directamente associado às tartarugas marinhas instalou-se e foi avançando, a ritmo mais lento do que durante a missão 1. O facto de nesta missão se estar a estimular a captura de SADA, em detrimento da de mão-branca, fez com que o número de exemplares intervencionados, por dia, fosse menor.

Ao final do dia fez-se uma conversa com dois grupos de portugueses: os cinco voluntários da ONGD We are changing together e o André Almeida, da Paróquia da Ramada / Associação Ligar à Vida. Este último dirige o Jardim Infantil do Aeroporto e prepara a abertura dum novo, bem como dum centro de apoio a crianças sem o devido enquadramento familiar.

1 e 2 de Agosto de 2009

Fim-de-semana relativamente tranquilo. Algumas tartarugas para marcar e muita conversa para pôr em dia. A chuva foi sendo frequente, o que não facilitou nada alguns dos trabalhos planeados, quer de registo fotográfico detalhado da GTFP (green-turtle fibropapillomatosis), quer das biópsias, quer ainda de reconhecimento sistemático de praias e paisagens…

31 de Julho de 2009

nascer_sol_principe_august_09A manhã começou com uma reunião com o grupo de mergulhadores que colaboraram com o Programa SADA durante a missão 1. Apresentaram-se os principais objectivos da nova missão, os prémios a pagar por captura ou recaptura, os compromissos assumidos pelo recebimento dos prémios e as normas detalhadas de colaboração, nomeadamente as associadas ao sistema de aviso. A todos os presentes de distribuiram t-shirts e elásticos para as armas de pesca submarina.

À tarde foram recebidas as primeiras chamadas telefónicas e as actividades começaram, no terreno…

30 de Julho de 2009

O dia da viagem para a Ilha do Príncipe

27 a 29 de Julho de 2009

A chegada a São Tomé e, também, as primeiras reuniões de trabalho com a Direcção da ONG MARAPA! Debateu-se, em especial, a necessidade urgente dum Programa SADA II, na Ilha de São Tomé, que venha a decorrer de forma autónoma mas paralela à Iniciativa já em curso na Ilha do Príncipe. O tema continuará a ser aprofundado num futuro próximo, quer com a Direcção da ONG MARAPA, quer com o Director-Geral do Ambiente, quer com o Presidente do Distrito de Caué.

Houve ainda oportunidade para uma interessante troca de ideias com a historiadora principense Doutora Natália Umbelina, uma visita ao Arquivo Histórico Nacional de São Tomé e Príncipe e, ainda, ao mercado da cidade. Aí, como é triste hábito, lá estava carne fresca de tartaruga (C. mydas) à venda…


OJE informa: artesanato de tartaruga em Feira Internacional

13/07/2009

I Feira Internacional de São Tomé e Príncipe

O primeiro-ministro são-tomense, Rafael Branco, reconhece que “é necessário encorajar os jovens empresários nacionais a criarem oportunidades para obter rendimentos”.
“O nosso país atravessa uma situação difícil e é sempre bom ver os jovens na linha da frente de novas iniciativas, novas formas de criar de produzir bens e riqueza”, disse Rafael Branco quando inaugurava a I Feira Internacional, tendo desafiado os organizadores do evento a que “continuem e que assumam o desafio de melhorar sempre a qualidade”.

(…)

A Feira Internacional decorre até quarta-feira enquadra-se nas comemorações do 34.º aniversário da independência de São Tomé e Príncipe.

(…)

Telemóveis, materiais de construção civil, artigos de carpintaria, bebidas, tecidos e obras de artesanato (nomeadamente de tartaruga proibidas a nível internacional) estão igualmente à disposição daqueles que querem ver e comprar…

OJE/Lusa 13/07/09, 09:59