As tartarugas marinhas estão de volta às praias do Príncipe!

Hualton Carvalho, o coordenador dos trabalhos na Praia Grande

É verdade!
Foi com um atraso de um mês comparativamente com a época passada, mas na noite do passado dia 4 de Outubro a primeira fêmea reprodutora da época, uma Chelonia mydas (tartaruga verde ou mão branca) subiu na Praia Grande, pelas 20 horas, e depositou na areia o primeiro conjunto de ovos. Bem vinda!!!

Para acompanhar todo o episódio lá estava o Hualton Carvalho, o eficiente e experiente guarda do Programa SADA. Depois da postura e antes de regressar ao mar, a tartaruga marinha, que media 1.04 metros de comprimento (da carapaça), recebeu o flipper tag TTY460 e, igualmente, um PIT tag.

Nesta nova época de posturas, antes desta ocorrência, na Praia Grande apenas se tinha observado um rasto sem postura, na noite de 2 de Outubro. Mas os mergulhadores que regularmente colaboram com o Programa SADA confirmam que são já muitas as tartarugas marinhas que descansam na baía da Praia Grande, e em outras áreas pouco profundas e abrigadas da Ilha do Príncipe. Por isso, tudo faz crer que a época de posturas de tartarugas marinhas, na Ilha do Príncipe, começará em força já muito em breve!

Centro de Turtle Watching da Praia Grande, durante as obras, em Setembro...

Entretanto, as obras de reabilitação do Centro de Turtle Watching da Praia Grande estão a avançar a bom ritmo. O pequeno edifício de madeira foi totalmente desmontado e deslocado para um local mais abrigado, e está agora na fase final da sua reconstrução. Por isso, muito em breve, guardas, investigadores e visitantes passarão a ter um local adequado, na Praia Grande, para se resguardarem enquanto aguardam ou descansam das atividades de observação das tartarugas marinhas a depositar os seus ovos na areia, e dos ovos a eclodirem e os recém-nascidos a correrem para o mar!

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: