histologia confirma GTFP no Príncipe

29/11/2009

A presença de fibropapilomas em tartarugas verdes (Chelonia mydas), ou tartarugas mão-branca na linguagem local, que ocupam as águas costeiras da Ilha do Príncipe, foi recentemente confirmada através de observações histológicas.

Este resultado preliminar  é fruto de algumas horas do Prof. Doutor Pedro Faísca, passadas num dos laboratórios da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

A vertente de Medicina de Conservação do Programa SADA, da responsabilidade do Médico Veterinário do Oceanário de Lisboa e do coordenador do Programa SADA, docente e investigador da Universidade do Algarve, começa assim a proporcionar novos elementos para um melhor conhecimento da biodiversidade regional. Os estudos sobre a incidência de GTFP na Ilha do Príncipe vão agora continuar…

 

O fibropapiloma apresenta projecções papilíferas caracterizadas por manifestarem uma hiperqueratose ortoqueratótica e uma ligeira acantose do epitélio estratificado pavimentoso. O estroma é composto por fibroblastos bem diferenciados e fibras compactas de colagénio. Não foram detectados corpos de inclusão em nenhum dos tumores enviados, mas foram observados ovos de tremátodes associados a células gigantes multinucleadas (Pedro Faísca – PhD, DEA, DVM, FMV-ULHT).


começam as posturas das SADA!

28/11/2009

Com a época de posturas de mão-branca (Chelonia mydas) a decorrer a bom ritmo, no início de Dezembro começa a época de posturas de SADA (Eretmochelys imbricata).

A primeira fêmea reprodutora surgiu já na Praia de Ribeira Izé, na noite de ontem, 27 de Novembro, e foi observada pelo voluntário português presente na Ilha, o Dr Pedro Patrício, na companhia dos vigilantes Chino e Giró. Depois da postura a tartaruga marinha foi marcada com um flipper tag e um PIT tag, para além ter sido medida e de ter sido recolhida uma amostra de sangue.


tartaruga já fez seis posturas…

24/11/2009

Uma tartaruga-verde (C. mydas), localmente chamada de mão-branca, já fez nesta época seis posturas na Praia Grande, Ilha do Príncipe. O intervalo médio entre cada uma dessas posturas foi de 14.8 noites.

Esta fêmea reprodutora começou a ser acompanhada este ano, no âmbito do Programa SADA. A sua observação tem sido feita pelos dois vigilantes da Praia Grande, HualtonZeferino, e a inequívoca identificação só é possível porque o animal está marcado com um flipper tag e um PIT tag.

Seis posturas numa época é um número muito considerável. Na Praia Grande, durante a época de posturas 2007-08, segundo dados não publicados recolhidos pela ONG MARAPA e analisados pelo Programa SADA, observou-se uma média de 3.13 posturas ao longo de todo o período, com um intervalo médio entre posturas de 13.8 noites. Para diversas populações de C. mydas, em diversos locais do mundo, Miller (1997), por exemplo, refere um valor médio de 2.93 posturas por época, com um intervalo médio de 12 noites.


solidarity links…

18/11/2009

A campanha Carinho e uma tartaruga de peluche para cada criança da Ilha do Príncipe vai-se estendendo pela internet.

Encontre-a nos sites de:


missão 4 em preparação…

10/11/2009

A missão 4 do Programa SADA está já em preparação.

Deverá acontecer em Dezembro de 2009 e, desta vez, será a Doutora Cláudia Delgado, do CIIMAR (Centre of Marine and Environmental Research of the University of Porto), que vai visitar a Ilha do Príncipe. A Doutora Cláudia Delgado, em colaboração com as autoridades regionais e com os mergulhadores do Príncipe, dará continuidade ao esforço de consolidação duma base de dados multi-facetada sobre a tartaruga SADA. Futuramente, essa base de dados possibilitará os estudos científicos indispensáveis para um melhor conhecimento desse património biológico único, e também para a sua gestão sustentável.

De igual forma, entre 15 de Novembro e 10 de Dezembro de 2009 está prevista a presença do Dr Pedro Patrício na Ilha do Príncipe. O biólogo português ficará alojado na Roça Sundi. Fará o acompanhamento quotidiano das patrulhas de monitorização e vigilância nas praias mais próximas. Espera-se, ainda, que o Dr Pedro Patrício venha a leccionar um curso de introdução à língua inglesa, destinado aos guardas das praias de posturas, aos mergulhadores que regularmente colaboram com o Programa SADA, e aos guias de natureza do Parque Natural do Príncipe.